terça-feira, 28 de dezembro de 2010

Oração da Paz.

Reconhecer, -mas reconhecer mesmo, - que trabalhando e servindo estamos, acima de tudo, cooperando em favor de nós próprios.

Perseverança no trabalho de execução dos compromissos que assumimos significa noventa por cem na soma do êxito.

Não desestimar a importância e o valor de pessoa alguma.

Nos instantes de crise, usar o silêncio ao invés de azedume.

Zangar-se com alguém será sempre dilapidar a própria tarefa.

Perdão para as faltas alheias é a melhor forma de alcançar a desculpa dos outros em nossos próprios erros.

Observar o sinal vermelho para o mal no transito das palavras.

Um gesto de simpatia ou gentileza pode ser a chave para a solução de muitos problemas.

Perfeitamente possível administrar a verdade sem ferir, desde que esteja no bálsamo da bondade ou no veículo da esperança.

Nunca nos esquecermos de que a paciência favorece o socorro de Deus.

André Luiz.

Oração psicografada pelo médium Francisco Candido Xavier. Livro: Encontro de Paz.

Um comentário:

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...