domingo, 12 de dezembro de 2010

Angerona e o Silêncio.

O dia de hoje é consagrado à Deusa romana do Silêncio, Angerona. Em algumas pesquisas, também seria Deusa da Angústia e do Medo.

Além do Silêncio, esta Deusa promovia a ordem.

Em algumas de suas representações, tem um dos dedos sobre os lábios e em outras, sua boca aparece amarrada.

Há várias interpretações a respeito desses gestos de Angerona. Há filósofos que dizem que quem tem a paciência de ocultar suas preocupações consegue ser mais feliz. Outros filósofos a interpretam como a supressão simbólica dos gritos de angústia pois estes seriam presságios de má sorte.

Em outra interpretação, faz-se menção a uma época em que animais morriam de uma doença chamada Angina e que desaparecera logo depois pois sacrifícios foram feitos à Angerona. Talvez esta interpretação seja a mais próxima da verdadeira pois a palavra Angerona vem do verbo angere, que tem como origem o termo angina, e que por sua vez significa oprimir, apertar, atormentar.

Angerona costumava ser invocada para guardar segredos ou vencer os medos, restabelecendo assim o equilíbrio.

Aproveite o dia de hoje para se conectar com a energia desta Deusa pedindo-lhe para afastar seus medos e angústias.

A imagem veio daqui.

3 comentários:

  1. Mas como eu vou ficar em silêncio????? Hoje?????
    É difícil até no CTI kskskskskks Mas esta é uma deusa sábia, preciso aprender com ela a cultivar o silêncio.
    Anda Fernandinho, anda, se arruma. Eu estou colocando minha sandalinha.
    Até já.

    ResponderExcluir
  2. Boa Tarde Cecile!
    O passeio deve ter sido super...super...legal. Seu filhinho deve ter adorado....
    Quanto a deusa Angerona,não deve gostar muito das minhas atitudes. Não sou muito silenciosa,gosto de uma conversa.... Preciso, aprender, como a Eliane, a cultivar o silêncio.
    Bjs, do sul, chuvoso.

    ResponderExcluir
  3. Boa noite, Eliane, Vera!
    Ainda existe uma outra deusa, só que romana, guardiã do silêncio também, mas do silêncio eterno que se refere aos segredos e juramentos e que protegia também os viajantes. Chamava-se Tácita.
    Eliane, o passeio foi maravilhoso e o seu livro é muito lindo. Fernandinho adorou. Eu também.
    Vera, Eliane, estou vendo que com vcs esta deusa estava perdida, rsrsrs.
    Um beijo e boa noite pra vocês.

    ResponderExcluir

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...