sábado, 31 de maio de 2014

Ceifeiros.


“Então disse aos seus discípulos: A seara é realmente grande, mas poucos os ceifeiros.” – (Mateus, 9:37).

O ensinamento aqui não se refere à colheita espiritual dos grandes períodos de renovação no tempo, mas sim à seara de consolações que o Evangelho envolve em si mesmo.
Naquela hora permanecia em torno do Mestre a turba de corações desalentados e errantes que, segundo a narrativa de Mateus, se assemelhava a rebanho sem pastor. Eram fisionomias acabrunhadas e olhos súplices em penoso abatimento.
Foi então que Jesus ergueu o símbolo da seara realmente grande, ladeada porém de raros ceifeiros.
É que o Evangelho permanece no mundo por bendita messe celestial destinada a enriquecer o espírito humano, entretanto, a percentagem de criaturas dispostas ao trabalho da ceifa é muito reduzida. A maioria aguarda o trigo beneficiado ou o pão completo para a alimentação própria.
Raríssimos são aqueles que enfrentam os temporais, o rigor do trabalho e as perigosas surpresas que o esforço de colher reclama do trabalhador devotado e fiel.
Em razão disto, a multidão dos desesperados e desiludidos continua passando no mundo, em fileira crescente, através dos séculos.
    Os abnegados operários do Cristo prosseguem onerados em virtude de tantos famintos que cercam a seara, sem a precisa coragem de buscarem por si o alimento da vida eterna. E esse quadro persistirá na Terra, até que os bons consumidores aprendam a ser também bons ceifeiros.

Fonte: Pão Nosso, Francisco Cândido Xavier pelo espírito Emmanuel

sexta-feira, 30 de maio de 2014

Um Pedido à Santa Joana D'Arc.


Hoje é dia de Santa Joana D'Arc. Deixo abaixo uma oração para se fazer um pedido à Santa:
 
"Concedei-me, oh Pai a coragem e o espírito de sacrifício de vossa serva Joana d’Arc, a fim de que, pelo seu exemplo e fidelidade, seja eu também um soldado da causa do Evangelho.

Por intercessão de Santa Joana d’Arc, eu vos peço a graça de
(pense um instante em tudo aquilo que almeja obter como graça).

Por Jesus Cristo Nosso Senhor. Amém."

quinta-feira, 29 de maio de 2014

Os Capacetes Azuis da ONU.

As forças de manutenção da paz das Nações Unidas, conhecida como Capacetes azuis, são forças militares multinacionais instituídas pela Organização das Nações Unidas. Criada pelo Conselho de Segurança das Nações Unidas, têm como objetivo atuar em zonas de conflito armado.

Os seus participantes são conhecidos como boinas azuis ou capacetes azuis pois utilizam como cobertura boinas e capacetes na cor da bandeira da ONU, azul.

As missões dessas forças militares estão relacionadas com o monitoramento de cessar-fogos, supervisionamento de retirada de tropas entre outras possibilidades.

Em 29 de setembro de 1988, as Forças de Paz das Nações Unidas ganhou o Nobel da Paz. No evento de entrega do prêmio, o diretor do Comitê do Nobel, à época, disse em seu discurso:  

“A entrega do Nobel da Paz às Forças de Paz das Nações Unidas, infelizmente para nós, é um lembrete de que a paz não é uma coisa fácil aqui no nosso mundo.
A paz tem que ser protegida ativamente e esta proteção tem o seu preço.

Setecentos e trinta e três jovens sacrificaram suas vidas a serviços do tipo específico de preservação da paz que está sendo considerado aqui!”

quarta-feira, 28 de maio de 2014

São Germano de Paris.

Hoje é dia de São Germano de Paris. Nascido em Autun, França, em 496, foi rejeitado pela mãe quando ainda era bem pequeno. Germano fora entregue a um primo mais velho, chamado Escapilão, para que o criasse. Escapilão era um ermitão e ensinou a doutrina de Cristo para Germano. Pelo menos, durante uns 15 anos Germano também viveu como ermitão. Depois, Escapilão o fez prosseguir seus estudos em Avalon.  
Germando tinha o dom da sensatez e por isso, o dom também de dar conselhos. Em 531, o bispo de Autun o reconheceu e logo o chamou para trabalhar ao seu lado. Foi ordenado diácono e três anos depois, sacerdote.  Quando o bispo morreu, Germano e São Sinforiano ficaram encarregados da direção do mosteiro. As regras austeras e as constantes intrigas, fizeram com que Germano abandonasse o cargo e se mudasse para Paris. Como era um bom conselheiro, ganhou a estima do rei Childeberto. Em 536, o rei o convidou para ocupar o bispado de Paris. Germano aceitou e exerceu grande influência na corte merovíngia. Nessa época, o rei ficou gravemente doente mas as orações de Germano o curaram. Em agradecimento, Childeberto mandou construir uma igreja e um convento próximo a ela, que mais tarde se tornou o famoso Seminário de Paris.
São Germano era respeitado pelos nobres e amado pelo povo pobre da diocese. Fazia caridade e dedicava um amor incondicional ao seu rebanho. Costumava ser visto com apenas uma túnica pois frequentemente vestia os pobres com suas próprias roupas. Ficava feliz em sentir frio na certeza de que o outro estaria aquecido.
Morreu no dia 28 de maio de 576. Milagres e graças não tardaram a acontecer e logo o seu culto foi autorizado pela igreja.

terça-feira, 27 de maio de 2014

Santo Agostinho de Cantuária.

Hoje é dia de Santo Agostinho de Cantuária, um santo missionário que viveu no século VI. 

Quando fora monge beneditino em Roma, no ano 597, o Papa São Gregório Magno o enviou junto com 40 monges à Inglaterra, para anunciar a Boa Nova nas Ilhas Britânicas. Como tinham que passar por Lerins, onde a situação para os cristãos era bem complicada, pois os anglos saxões tinham fama de serem cruéis, São Gregório, para incentivar Santo Agostinho, o nomeou abade. E quando chegaram à Gália, foi sagrado bispo.
O restante da viagem mostrou-se tranquila. Tanto que, já na Inglaterra, foram bem recebidos pelo rei Etelberto. Para surpresa dos religiosos, o rei solicitou o batismo para si e para muitos dos seus súditos. O bispo e os monges receberam como residência a cidade de Cantuária de onde surgiria a abadia de São Pedro e São Paulo. Mais tarde, seria a de Santo Agostinho. Sua pregação foi tão fecunda, que em menos de um ano, mais de dez mil pessoas se converteram ao cristianismo.
Santo Agostinho morreu no dia 27 de maio de 605. É padroeiro dos desencorajados.

segunda-feira, 26 de maio de 2014

O Papa e o Muro das Lamentações.


No seu último dia de visita à Terra Santa, o Papa Francisco visitou o muro das Lamentações, o lugar mais sagrado do Judaísmo, que fica no centro antigo de Jerusalém. O pontífice se aproximou do Muro, colocou suas mãos sobre ele e deixou uma mensagem entre as pedras, como é a tradição entre os judeus.

Diante de uma multidão que o recebeu na mesquita em Jerusalém,
Papa Francisco convidou cristãos, muçulmanos e judeus a serem ‘agentes da paz e da justiça’. Para as pessoas e comunidades ‘que se reconhecem em Abraão’, as três religiões monoteístas, disse: 

"Minha peregrinação não seria completa se não incluísse também o encontro com as pessoas e as comunidades que vivem nesta terra e por isto fico feliz de poder estar com vocês, amigos muçulmanos.
Respeitemos e amemos uns aos outros como irmãos e irmãs."

Fonte: Globo.com
Foto: Andrew Medichini / Pool / Via AFP Photo

domingo, 25 de maio de 2014

Papa Francisco na Terra Santa.


Papa Francisco, em sua visita à Terra Santa, pediu a palestinos e israelenses que iniciem "êxodo" rumo à paz para pôr fim ao sofrimento que castiga a região há décadas.

Em suas palavras: "Encorajo os povos palestino e israelense, assim como suas respectivas autoridades, a empreender este feliz êxodo rumo à paz com a coragem e a firmeza necessária para todo êxodo."

São três dias de viagem onde visita Amã, capital da Jordânia, Belém e Jerusalém. Entre os lugares escolhidos para visitar está a gruta onde Jesus Cristo teria nascido e a Basílica do Santo Sepulcro, onde se acredita que ele foi crucificado.

No seu primeiro discurso, quando chegou à Jordânia, disse: "A liberdade religiosa é um direito fundamental e eu não posso deixar de manifestar a minha esperança de que seja mantida em todo o Oriente Médio. Isso inclui a liberdade individual e coletiva de seguir sua própria consciência em matéria religiosa, ou seja, a liberdade de culto, a liberdade de escolher a religião que acreditamos ser verdadeira e de manifestar publicamente sua própria fé.

Peço às autoridades do reino jordaniano que perseverem em seus esforços para buscar uma paz duradoura em toda a região. Este grande objetivo necessita urgentemente de uma solução pacífica para a crise na Síria, assim como de uma solução para o conflito entre palestinos e israelenses.

Este país acolhe generosamente uma grande quantidade de refugiados palestinos, iraquianos e de outras regiões em crise, principalmente da vizinha Síria, destruída por um conflito que já dura muito tempo. Esta acolhida merece reconhecimento e a ajuda da comunidade internacional."

O Papa Francisco também agradeceu o rei Abdullah por estimular a convivência pacífica entre as diferentes religiões. Mais de 90% da população da Jordânia é muçulmana. A redução dos cristãos na região, vítimas de perseguição, é uma grande preocupação do Papa e ele espera que a sua visita possa encorajá-los a permanecer na Terra Santa.

Fonte: O Globo

sábado, 24 de maio de 2014

Sara Kali, Nos Livrai de Todo Mal.


"Sara, Sara, Sara fostes escrava de José de Arimateia, no mar fostes abandonada para que morresse de fome e de sede. Te peço paz e amor ao meu coração (fazer o pedido).

Teus primeiros milagres no mar sucederam e Santa te tornastes. 

À beira do mar chegastes e os ciganos te acolheram. 

Sara, Rainha, Mãe dos Ciganos que te consagram como protetora e mãe vinda das águas, Sara, mãe dos aflitos, a ti imploro proteção para meu corpo, luz para que meus olhos enxerguem no escuro, luz para meu espírito e amor para todos meus irmãos .

Aos pés da Mãe Santíssima, tu, Sara, me colocarás e a todos que me cercam para que possamos vencer as provações terrenas. 

Sara, Sara, Sara, junto a Ti não sentirei dores nem temores. Espíritos perdidos não me encontrarão e assim como conseguistes o milagre do mar, a todos que me desejarem mal, tu, com as águas me fará vencer (beber três goles de água).

Amai-nos Sara, para que possamos ajudar a todos que nos procuram. 

Ajudado pelos teus poderes serei alegre e compreensivo com todos que me cercam. 

Corre no céu, corre na terra, corre no mundo e Sara, Sara, Sara estará sempre a minha frente, sempre atrás, do lado esquerdo, do lado direito me guardando e protegendo. 

E assim, dizemos que somos protegidos por Sara que nos ensinará a caminhar e perdoar."

(rezar três ave-marias, sendo a primeira para Santa Sara, a segunda pra os ciganos e a terceira para você).

Fonte: Mântica Rhon Consulta de Tarot.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...