quinta-feira, 30 de junho de 2011

“O Papa é Carioca.”

Em 30 de junho de 1980, pisava em solo brasileiro, pela primeira vez na história do País, um Papa. Era ele o Pontífice João Paulo II.

A chegada de João Paulo II foi marcada também pela expectativa de beatificação do jesuíta espanhol José de Anchieta, fundador da Cidade de São Paulo. Foi recebido pelo então presidente da República, João Batista Figueiredo. Ele percorreu 13 cidades em apenas 12 dias. E chegou a participar do X Congresso Eucarístico Nacional, realizado por aqueles dias em Fortaleza, no Ceará. Nessa primeira estada no Brasil, foi composta especialmente para ests ocasião, uma música chamada “A bênção, João de Deus”. Foi até feito um concurso nacional para o melhor arranjo.

Durante o seu pontificado, fez três visitas oficiais ao Brasil e uma não oficial que foi em 1982, quando um vôo em que estava com destino à Argentina, fez uma escala no Rio de Janeiro. João Paulo II realizou então um rápido discurso. Depois em 1991, na segunda visita oficial, aproveitou para visitar irmã Dulce que estava muito debilitada, em Salvador, na Bahia. Irmã Dulce, foi uma religiosa conhecida por se dedicar às crianças carentes. E na sua última viagem ao Brasil, em 1997, rezou uma missa campal no Aterro do Flamengo para 2 milhões de pessoas.

Na primeira vinda ao Brasil, foi recebido pelo então presidente da República, João Batista Figueiredo. Nas outras visitas, pelo então presidente Fernando Collor de Mello, em 1991 e presidente Fernando Henrique Cardoso, em 1997.

Ficou bastante conhecida uma de suas frases: “Se Deus é brasileiro, o Papa é carioca.” Em todas as suas visitas, tanto o Vaticano como os Correios editaram selos comemorativos.

O Beato João Paulo II nasceu em 18 de maio de 1920 e faleceu em 2 de abril de 2005. Karol Wojtyla, seu nome de batismo, se tornou Sumo Pontífice da Igreja Católica Apostólica Romana e Soberano da Cidade do Vaticano em 16 de outubro de 1978 até a sua morte. Foi o terceiro maior pontificado da história. São Pedro reino 34 anos e Pio IX, 31 anos. Em primeiro de maio de 2011, foi proclamado Beato pelo Papa Bento XVI. O Beato João Paulo II foi aclamado como um dos líderes mais influentes do século XX. Ele teria sido fundamental para o fim do comunismo na Polônia, talvez em toda a Europa, bem como sua participação na melhora entre as relações da Igreja Católica com outras religiões.

Fotos: Regis Filho/G1

3 comentários:

  1. Vera do sullllllll30 de junho de 2011 16:28

    Olá!
    Realmente a viagem do Papa marcou... Ele disse ser também gaúcho.... Deveria dizer o Papa é brasileiro contentaria a todos rsrsrsr...
    Bjs

    ResponderExcluir
  2. Vera, bom dia! Com certeza, ele era um pouco de cada. Um beijo e bom fnal de semana.

    ResponderExcluir
  3. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir

As 3+ visitadas da última semana