quinta-feira, 22 de julho de 2010

Santa Maria Madalena.

Uma das discípulas mais dedicadas de Jesus.

Foi canonizada pelas igrejas católica, ortodoxa e anglicana sendo hoje celebrado o seu dia.

Mas quem foi Maria Madalena? Há muitas interpretações e controvérsias.

Durante muito tempo convivemos com três faces dela interpretadas como sendo uma só: a prostituta, a quem Jesus socorreu; Maria de Betânia, irmã de São Lázaro e de Marta; e Maria Madalena, a possessa, da qual saíram sete demônios.

Essa visão 3 em 1 tem origem na opinião de São Gregório Magno que a interpretou em todas as passagens do Evangelho como sendo uma única e mesma pessoa.

Autores e estudiosos contemporâneos narram Maria Madalena como uma apóstola de Cristo e que teve com Ele filhos. E alguns crêem que ela faz parte de uma dinastia Real, a de Benjamim, e que era esposa do Nazareno. Essa teoria foi endossada no best-seller O Código da Vinci, de Dan Brown.

Os Evangelhos Gnósticos, não aceitos pela Igreja, também reforçaram essa tese. E em 1945 descobriram-se alguns deles. Chamados de Manuscritos do Mar Morto, traziam o próprio Evangelho de Maria Madalena. Nele, Jesus teria confidenciado a ela informações que não teria passado aos outros discípulos sendo por isso questionada por Pedro e André.

De acordo com outro Evangelho, o de Filipe, ela era realmente esposa de Jesus e Ele a beijava em público e dizia que a amava mais que aos apóstolos.

Esses fatos seriam conhecidos da Igreja, mas ocultos aos Cristãos.

Maria Madalena acreditava que Jesus era o Messias tanto esperado. Ela esteve presente na crucificação e no funeral de Cristo. E no domingo bem cedo foi ao Sepulcro encontrando-o vazio. A esta Maria Madalena, Jesus ressuscitado se dirige chamando-a simplesmente pelo nome: “Maria!” e a ela confia a notícia do grande mistério: “Vai dizer aos meus irmãos: eu subo a meu Pai e vosso Pai, a meu Deus e vosso Deus.”

Embora a Igreja já tenha separado as Marias, Maria Madalena se tornou padroeira dos cabeleireiros, podólogos, perfumistas e até de prostitutas.

A imagem 1 veio daqui,
A imagem 2 veio daqui.

9 comentários:

  1. Bom dia querida parceira, amiga e blogueira.
    Sempre fascinante saber mais e mais sobre este personagem tão controverso.
    Aprendi na infância que ela era a prostituta. Mas nunca acreditei nesta versão. Aliás nunca acredito nas primeiras versões.
    Gostei sempre e muito de ler sobre Madalena. Amo este nome.
    Amei a história.

    ResponderExcluir
  2. Eliane, bom dia!
    Eu também cresci tentando imaginá-la prostituta.
    Agora, com essa versão de esposa... que virada de trama, rsrsrs. Já pensou reescrever a Bíblia com um Jesus pai de família!
    Beijos e boa quinta!

    ResponderExcluir
  3. Meninassssssssss, como diz nossa querida Pat, QUE BAFÃOOOOOOOOOO rs,sr,rs,sr,sr,sr, não conhecia esta versão tão empolgante da história, Jesus beijando a amada em públicooooooooo, uauuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuu!
    Conta mais Cecile, conte tudooooooooo pq adorooooooooo causos de amor e pelo jeito fortes emoçoes rolaram naquele tempo, Jesus me abanaaaaaaaaa rs,sr,sr,sr,sr,sr...
    Lindo dia p vcs duas amiguinhas preciosas, beijinssssssssssssssss

    ResponderExcluir
  4. Boa noite Papoula...
    Pois é, muda tudo, não. Mas não se empolgue porque o beijo acho que era comportado. Justamente a parte do manuscrito que continha aonde Jesus beijou Madalena em público, estava faltando. Tinha se desmanchado. Ele poderia ter beijado a sua mão, ou a testa, ou o rosto. mas a boca... será? rsrsrs.
    Beijos !

    ResponderExcluir
  5. hummmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmm, rs,sr,sr,sr,rs,sr, alguémmmmmmmm rasgou e sumiuuuuuuuu com a melhor parte que penaaaaaaa rs,sr,sr,sr,rs,sr mas a mão, ahhhhhhhhhhhhhhhhhh nãooooooooooooooooooooooooooooooooooooooo deixe minha imaginação voarrrrrrrrrrrrrrrr!
    Aí tem pq sumiria logo esta parte????????
    Bons sonhos querida

    ResponderExcluir
  6. Esta Ro inventa bafão em tudo. Está claro nobre colega! rsrsrsrsrs
    boquinha Cecil naquela época...acho que não!

    ResponderExcluir
  7. Olá!

    Não sei se vc já viu, mas fica a dica do filme "A última tentação de Cristo" , de Martin Scorcese.
    Maravilhoso ;-)
    Valeu!

    ResponderExcluir
  8. Boa noite, Madalena!
    Bem lembrado, esse filme. Jesus tendo visões de como seria sua vida se ele tivesse seguido um caminho mais "terreno". E a Igreja não gostou nada dessa ideia. Por que será?
    Beijos e bom domingo!

    ResponderExcluir
  9. Conheça uma verdade!!, muito interessante, aprenda mais, aprenda o que esta, por traz de traz

    http://www.catolica.assembleiabelem.br22.com/

    ResponderExcluir

As 3+ visitadas da última semana