quarta-feira, 23 de março de 2011

O Tríplice 3.

Enquanto o 1 e o 2 simbolizam a polaridade primordial masculina e feminina, o 3 surge da unificação desses dois. Tudo que é novo sempre surge da unificação dos opostos: pai + mãe = filho; tese + antítese = síntese.

O 1 e o 2 atuam então como pólos de um imã ou de uma bateria entre os quais pode surgir algo novo: o três.

O Três é um número divino e símbolo da força vital. A Divina Trindade, por exemplo, existe em várias religiões e mitologias antigas.

No panteão grego, por exemplo, os irmãos Zeus, Posêidon e Hades são as 3 divindades que dividiam o poder sobre a Terra e as pessoas.

No Egito, temos Ísis, Osíris e Hórus. Mãe, pai e filho.

No Hinduísmo, estão os deuses Brahma, o Criador, Vishina, o Conservador e Shiva, o Destruidor.

Temos também as deusas tríplices da Lua personificando as três fases desse satélite: crescente, cheia e minguante. Representam o nascimento, a vida e morte.

No Cristianismo, a Santíssima Trindade, Pai, Filho e Espírito Santo. Esse simbolismo está também nos 3 Reis Magos que visitaram Jesus quando nasceu.

E ainda o encontramos na Quimera, criatura formada por partes de 3 animais: o Leão, a Cobra e a Serpente.

3 comentários:

  1. Vera do sulllllllll23 de março de 2011 09:09

    Bom Dia Cecile!
    Somos um ,passamos a ser dois e nos completamos no 3. Lindo...
    Verdadeiro...
    Bjs

    ResponderExcluir
  2. Bom dia, Vera!
    O 3 também aparece numa frase de Kant que diz assim: "Os céus deram aos homens três coisas para compensar as diversas dificuldaddes da vida: a esperança, o sono e o sorriso".
    Uma boa quinta para ti!

    ResponderExcluir
  3. Vera do sulllllllll24 de março de 2011 08:42

    Cecile!
    Ia escrever sobre os três sentimentos Amor, Fé e Solidariedade...
    BJS

    ResponderExcluir

As 3+ visitadas da última semana