quarta-feira, 19 de fevereiro de 2014

O Eu Sabotador.

O eu sabotador é aquele que não relaxa nunca. Cobra-se excessivamente e aumenta os níveis de exigência para ser feliz. Uma pessoa que se cobra excessivamente está apta a trabalhar numa financeira, mas não a ter uma bela história de amor consigo. Hoje nós estamos convictos de que estabelecer metas é diferente de autocobrança. Uma pessoa que se autopune constantemente contrai a sua criatividade, a ousadia e a capacidade de fazer a diferença no teatro social. A mente humana pode ser encarada como uma grande empresa, a única que não  pode falir, porque, se não, todo o resto desmorona. O seu “eu” deve ser líder da sua mente. Ninguém vai ser um líder brilhante se não o for no universo psíquico.
Trecho da entrevista feita por Andréia Martins com Augusto Cury, autor do livro: Ansiedade: como enfrentar o mal do século, para o Almanaque Saraiva.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...