quinta-feira, 9 de fevereiro de 2012

Zohar, o Livro do Esplendor

Zohar em hebraico quer dizer "esplendor". É considerado um dos trabalhos mais importantes da Cabalá, no misticismo judaico.

Esse livro circulou pela primeira vez na Espanha no século XIII.

O Zohar é constituído por comentários místicos sobre a Torá, que são os cinco livros de Moisés, escritos em aramaico e em hebraico medieval.

No Zohar contém uma discussão mística a respeito da natureza de Deus e considerações sobre a origem e estrutura do Universo, da natureza das almas, sobre o que é considerado pecado, sobre redenção, sobre o bem e o mal, e diversos outros temas relacionados.

Não se trata de um livro, mas um grupo de livros que incluem interpretações bíblicas assim como matérias sobre teologia, teosofia, cosmogonia mística, psicologia mística e também o que alguns poderiam chamar de antropologia.

"Mas a essência de Deus está tão acima da inteligência do homem e dos anjos, que ninguém pode chegar perto o bastante para compreende-la, os seres que vivem aqui embaixo dizem que Deus está no alto, enquanto os anjos no céu dizem que Deus está sobre a terra. Deus é conhecido por cada um segundo a profundidade de sua própria compreeensão.


Pois cada homem só pode se unir ao espírito de Sabedoria tanto quanto permite a vastidão de seu próprio espírito. E todo o homem deve tentar aprofundar seu prórpio conhecimento de Deus tanto quanto lhe permita sua própria compreensão. Mas a essência divina deve permanecer um mistério profundo." Zohar

2 comentários:

  1. Olá!
    Sempre pensei que:
    Deus que é só bondade, vai cobrar de cada um conforme seu entendimento, seu estudo, sua compreensão sobre os fatos da vida e sobre o que cada uma sabe e se esforçou para aprender.
    Deverá a cobrança então ( se ela existe e acho que sim)ser de acordo com o estágio que cada pessoa atingiu. O Espírito Santo nos dá a compreensão a medida que temos condições de entender...
    Acho que fui muito prolixa e não sei se deu para entender o meu modo de pensar.
    Bjs

    ResponderExcluir
  2. Vera, acho que entendi o que vc quis dizer. É como querer ensinar equações matémáticas numa turma de maternal. À cada aluno a sua aula, não é.

    Mas também penso que Deus não nos cobra e nem cobrará nada de nós. Nós que somos responsáveis pelo que fazemos. Se fizemos errado, de repente não estávamos prontos. Sendo assim, como acredito em reencarnação, aí sim vejo a bondade Divina em conceder nova oportunidade para evoluírmos. No meu entender, Deus não tem pressa.

    Bjs e bom domingo pra ti!

    ResponderExcluir

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...