terça-feira, 2 de agosto de 2011

Nossa Senhora dos Anjos.

Hoje é dia de Nossa Senhora dos Anjos, um dos muitos títulos e devoções à Mãe de Jesus.

Conta a história que o nome Nossa Senhora dos Anjos tem a ver com o local onde foi construída a capela de Porciúncula. Tal capela teria sido construída por quatro peregrinos que retornavam da Terra Santa e que veneravam um fragmento do túmulo da Virgem Maria. Nesse local sempre se ouvia o canto de Anjos.

Foi nessa capela que São Francisco de Assis recebeu a indulgência do “Perdão de Assis”. Tem um episódio que conta que certa noite, São Francisco estava rezando em sua cela pela conversão dos pecadores, quando um anjo pediu que fosse até à Capela da Porciúncula. Lá chegando, viu um coro de Anjos e no meio deles, a Virgem Maria ao lado de Jesus. A Virgem disse-lhe: “Em recompensa ao teu zelo pela conversão dos pecadores, pede-me o que quiseres”.

São Francisco pediu, então, a indulgência Plenária para todos aqueles que, tendo confessado e comungado, visitassem aquela pequena igrejinha. Mas o pedido precisava ainda ser ratificado pelo Papa. Na manhã seguinte, São Francisco foi ao encontro do Santo Padre. O Papa, no entanto, lhe concedeu a graça apenas de um dia por ano, ou seja, a cada 2 de agosto.

Essa data ficou conhecida como “Perdão de Assis” ou “Dia do Perdão”. Muitos fiéis vão à Basílica da Porciúncula. É uma das festas mais importantes da família franciscana. O Papa Sisto IV estendeu esta comemoração à toda família.

É um bom momento para se pensar, caso seja cristão, em fazer uma boa confissão, e participar da Eucaristia.

2 comentários:

  1. Vera do sullllllll2 de agosto de 2011 09:53

    Olá!
    Que Nossa senhora de todos os nomes nos proteja e aumente em nós a FÉ a Esperança e o Amor ao próximo.
    Bjs

    ResponderExcluir
  2. Olá, Vera! Que assim seja!
    Deixo uma oração:

    ORAÇÃO NOSSA SENHORA DOS ANJOS:

    Lembrai-nos, ó piedosíssima Virgem Maria, que nunca se ouviu dizer, que algum daqueles que recorreram a Vossa proteção, imploraram a Vossa assistência e reclamaram o Vosso socorro, fosse por Vós desamparado. Animado eu, pois, com igual confiança a Vós, ó Virgem bendita, como à minha mãe recorro, de Vós me valho, e, gemendo sob o peso dos meus pecados, ponho-me aos Vossos pés. Não rejeiteis minhas súplicas, ó Mãe do Filho de Deus humanado, mas dignai-vos de as ouvir propícia e de me alcançar o que vos rogo (pedido). Amém.

    ResponderExcluir

As 3+ visitadas da última semana