sábado, 13 de agosto de 2011

A Árvore do Mundo Maia.

O dia de hoje era muito importante para o povo Maia. Eles acreditavam que o mundo tinha sido criado nesta data, 13 de agosto, quando a Via Láctea permanecia ereta na aurora, estendendo-se ao longo do zênite de norte a sul.

A Via Láctea era representada pela chamada Árvore do Mundo, ou Wacab Chan. É um poderoso símbolo maia da criação e da organização da ordem do mundo com os dias e as noites, os astros como o Sol, a Lua e a Via Láctea. Podemos ver essa representação na tampa do sarcófago da chamada Tumba de Palenque, encontrada em 1952 nas selvas do Estado de Chiapas, no México.

A figura apresenta o soberano descansando sobre o monstro da Terra. Em cima do soberano se eleva a árvore cósmica em forma de cruz. Os braços dessa cruz terminam com imagens de dragão e em cima desta árvore, está o pássaro celeste. O poderoso Pacal no centro, é o grande organizador do mundo dos vivos e dos mortos. Ele atua como intermediário entre o abismo de Xibalba e a claridade celeste.



2 comentários:

  1. Vera do sullllllll13 de agosto de 2011 20:24

    OLá!
    Bom saber..... Quantos detalhes.
    Bjs e tenha um ótimo domingo.

    ResponderExcluir
  2. Cecile.
    A a descrição dada por você para a lápide de Palenque realmente é aquela apresentada por muitos arqueólogos que investigaram a descoberta feita pelo arqueólogo Alberto Ruz. Em minha opinião pessoal e de tantos outros investigadores, estamos diante na verdade simplesmente de uma representação estilizada de um maia tipicamente trajado nos controles de uma máquina voadora (nave espacial). Pode ser observado inclusive na parte inferior a representação dos sinais da emanação propulsivado do artefato. Devemos ressaltar, inclusive, que a lápide de Palenque não é o único sinal de tecnologia espacial entre os maias.
    Beijo,
    Marco Antonio Petit
    (co-editor da revista UFO)

    ResponderExcluir

As 3+ visitadas da última semana